Partida - Texto escrito por Erika Rosa

by - julho 23, 2017




Não preciso forçar a minha memória para relembrar das suas falhas, eu fingia que estava satisfeita mas você alimentava a nossa relação com migalhas. Cansei de me responsabilizar pelo nosso fim e sempre me indispor, como você pôde cortar pela raiz algo que já havia dado flor?  

De tantas brigas, promessas vazias e palavras que jamais deviam ser ditas, eu não sei se a nossa história pode ter volta, mas quero te dizer que eu estou de partida. Você não pode mandar as pessoas irem embora, e depois culpa-las por irem, é covardia...

Você não vale o meu desgastar já que há tanta coisa para se viver e um mundo inteiro para desbravar, alias, nós aceitamos o amor que acreditamos merecer, por isso, eu compreendo perfeitamente que antes de eu me achar, eu preciso te perder.

Não pretendo esperar a sua ficha cair quando você perceber que curar um amor com outro amor, é a forma mais doentia de lidar com as próprias emoções, e  tranquila ainda te diria, "Ué, cê não quis provar do buffet todo? Agora aguenta a azia".

Algumas noites,  eu ainda esperava seu muito pouco ou quase nada para saciar a minha sede, como você queria cuidar de mim se de afeto você não entende? 

Seu amor é líquido no qual não brota semente....



You May Also Like

0 comentários